Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2013 Duplicação AL-101 Sul movimenta economia e valoriza Região Sul de Alagoas
16/01/2013 - 10h15m

Duplicação AL-101 Sul movimenta economia e valoriza Região Sul de Alagoas

Além dos efeitos positivos para moradores, instalação de novos bares e hotéis aquece setor turístico na região

Duplicação AL-101 Sul movimenta economia e valoriza Região Sul de Alagoas

Duplicação da AL-101 Sul atrai novos empreendimentos na região

Entregue em setembro de 2012, a duplicação da AL-101 Sul, entre Maceió e Barra de São Miguel, desponta como uma obra que movimenta a economia em um dos principais polos turísticos de Alagoas. Além de desafogar o trânsito para milhares de condutores que se deslocam para o litoral todos os meses, a nova rodovia impulsiona o crescimento da construção civil e atrai cada vez mais novos empreendimentos na região.  

Inaugurada pouco antes da alta temporada em 2012, a duplicação também trouxe efeitos positivos para a população local. A servidora pública Márcia Cristina mora no distrito de Barra Nova há sete anos e comemora a entrega da obra. “Antes da duplicação, eu demorava cerca de meia hora para chegar ao meu trabalho, no Centro de Maceió. Depois da duplicação, o trânsito melhorou muito e eu chego em dez minutos. O percurso é bem mais tranquilo”, conta Cristina. 

Por conta do tráfego livre, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) tem investido na realização de ações de educação de trânsito, blitz informativas, fiscalização e reforço da sinalização em todo o trecho duplicado, visando alertar sobre os riscos do excesso de velocidade e outras infrações de trânsito. 

Acesso ao polo turístico 

Os 52 quilômetros duplicados e recuperados na região metropolitana de Maceió também facilitam o acesso ao polo turístico e garante o fomento do segmento, gerando mais renda e emprego para os alagoanos. 

O empresário do setor hoteleiro Mauro Vasconcelos é um dos entusiastas do setor. Seu grupo investiu R$ 20 milhões no novo hotel Ponta Verde Praia do Francês, em Marechal Deodoro. Para o empresário, os investimentos feitos pelo Estado na AL-101 Sul fortalecem o destino turístico, além de estimular investimentos imobiliários. 

Para o presidente do Grupo dos Receptivos de Alagoas (Gral), Alfonso Dacal, a duplicação é o maior acontecimento para a região nos últimos 25 anos. “Essa é a melhor obra que o Governo fez durante a gestão, o nosso trabalho foi facilitado, não existem mais atrasos para transportar o turista de cruzeiros para o Litoral Sul”, garante Dacal. 

Segundo a secretária adjunta de Estado do Turismo, Raquel Tenório, o Governo de Alagoas visa uma política de crescimento nessa região, que se consolida como polo industrial e turístico. “Muitos empresários estão apostando no destino, que já é conhecido nacionalmente. Prova disso são os novos meios de hospedagem, como o hotel Ponta Verde Praia do Francês e o Barra Bali, , além do complexo Iloa”, explicou a secretária. 

Ainda segundo a secretária, a sinergia com outras pastas é um dos grandes diferenciais dessa gestão. “A Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) e o DER têm atendido aos pleitos do setor turístico, elaborando e executando projetos de acesso, saneamento e abastecimento”, garante Raquel Tenório. “Estas ações beneficiam a população alagoana e, consequentemente, apresentam aos turistas a realidade e o profissionalismo de uma gestão que trabalha com integridade”. 

Para o sócio diretor da Vivendi Empreendimentos e responsável pelo condo-resort Iloa, Felipe Cavalcante, a duplicação foi fundamental para o sucesso do empreendimento e para o desenvolvimento da Barra de São Miguel, além do ambiente de segurança jurídica e de incentivo ao turismo que vêm sendo praticados pelo governo nos últimos anos.  

Setor imobiliário 

Com vários empreendimentos se estabelecendo na região e o aumento crescente de investimentos, o Litoral Sul está em pleno desenvolvimento turístico e econômico. A entrega da duplicação da AL-101 Sul teve um papel essencial para o aquecimento do mercado imobiliário na região. 

Segundo o presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas (Ademi), Guilherme Melro, o setor teve um aumento imensurável após a entrega da duplicação da rodovia. “A gente não tem nem como mensurar em curto prazo esse crescimento, porque houve não só aumento da procura por imóveis na região, mas um resgate de todo litoral. Além dos vários empreendimentos já citados, a gente vê a própria população residente com seus imóveis valorizados”, destaca.  

O diretor-presidente do DER, Marcos Vital, também comemora a finalização e entrega da obra. “Bom é ver que depois de batalhar tanto para concluir a obra, estamos obtendo todos esses resultados positivos. Sem dúvida a duplicação é um marco para o desenvolvimento econômico e turístico de todo Estado”, afirma.  

A obra

As obras estruturantes que fazem parte da duplicação da AL-101 Sul incluem a duplicação de quatro pontes, Maceiozinho, Niquim, Massagueira e Divaldo Suruagy e a construção de três viadutos: o viaduto da Barra de São Miguel, com mão-dupla, medindo 90 metros; o viaduto do Detran, mão única, no sentido Barra de São Miguel-Maceió e extensão de 54 metros; e o viaduto do Francês, mão-dupla, medindo 108 metros.

Texto: Ariana Maurício e Pollyana dos Anjos

Ações do documento
Logomarca
Configuracoes do Tema Fabrica

consulta_de_multas.jpg

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

null

Portal da Transparência

fale_com_o_diretor_presidente.jpg

abder.jpg

diario_oficial.jpg